Cirurgia Plástica Pré & Pós gravidez

Muitas pessoas tem dúvidas sobre cirurgia plástica antes e pós gravidez.

  • Quando posso operar?
  • Posso colocar silicone e amamentar?
  • Posso ficar com diástase pós gravidez?
  • Posso fazer lipoaspiração logo após ter o bebê?

Essas e outras são dúvidas frequentes que as mamães se perguntam!

Convidei a cirurgiã plástica Dra. Loriti Breuel – CRM 37.464 @draloritibreuel para tirar essas duvidas! Confira o video!

 

Cirurgias realizadas após a gravidez

Vou descrever abaixo também alguns conceitos para ficar mais claro também!

Mamoplastia (aumento e redução) e mastopexia

A mamoplastia é o nome dado à cirurgia plástica feita nas mamas, seja de aumento (com utilização de implantes de silicone) ou de redução.

As mamas representam, para a mulher, grande parte de sua feminilidade, sexualidade e beleza. E a melhora da sua forma foi sempre um objetivo da cirurgia plástica. Atualmente, graças ao desenvolvimento de inúmeras técnicas, é possível atingir níveis de satisfação e resultados excelentes.

Já a mastopexia é conhecida como a cirurgia de elevação das mamas. Esta é uma técnica que reduz a flacidez e reverte o caimento natural das mamas (ptose mamária). Além disso, reposiciona a aréola, elevando-as até sua posição original e promovendo sua simetria.

Lipoaspiração

A lipoaspiração é indicada para retirar o excesso de gordura localizada em uma determinada área do corpo, como barriga, coxas, flancos, costas ou braços, ajudando a melhorar o contorno corporal.

Abdominoplastia

A abdominoplastia fica reservada às pacientes que ganharam muito peso durante a gestação ou que iniciaram a gravidez já com mais quilos do que o recomendado e, como consequência, tiveram a musculatura abdominal afastada (diástase), e um grande excedente de pele.

O que é a diástase?

A diástase abdominal é o afastamento dos músculos abdominais e do tecido conjuntivo que geralmente acontece durante a gravidez, sendo a principal causa de flacidez abdominal e dor lombar no pós-parto.

Existem muitos graus de diástase e os tratamentos são sempre estudados caso a caso. Quando o afastamento dos músculos for de até 10 cm, o tratamento indicado é a plicatura, e pode ser realizado junto ou não com a abdominoplastia, que deve ser realizada por um cirurgião plástico habilitado e pertencente a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

 

Em alguns casos, pode existir ainda uma hérnia no local da diástase, neste caso, deverá ser avaliada a indicação correta do tratamento. As cirurgias indicadas para a correção da diástase é são a abdominoplastia ou miniabdominoplastia com retirada da hérnia, se existente.

Infelizmente, não é possível prevenir a diástase. Mas ter um bom espaçamento entre as gestações e realizar exercícios físicos que fortaleçam a região dos músculos abdominais podem reduzir as chances de sua ocorrência.

Fatores a serem considerados

Você ainda está amamentando?

Os níveis hormonais podem ficar alterados quando a mulher está amamentando, e leva algum tempo após o seu filho parar de amamentar para que os níveis hormonais voltem ao normal. Essas alterações hormonais geralmente vêm com o aumento do peso da nova mãe. É melhor ter um peso estável antes de considerar uma abdominoplastia, por isso, é recomendado que você espere pelo menos três meses após parar de amamentar antes de agendar a cirurgia.

Você atingiu seu peso desejado?

Estar em um peso estável que você pode manter antes da cirurgia de contorno corporal aumenta muito a probabilidade de você ficar satisfeito com os resultados. Outro fator importante: Ter um índice de massa corporal (IMC) inferior a 30 antes de se submeter à cirurgia reduz o risco de complicações.

Você planeja ter mais filhos?

As mulheres costumam perguntar se podem ter mais filhos depois de uma abdominoplastia. É possível, mas recomendamos que você adie a abdominoplastia se estiver planejando engravidar novamente. É provável que uma gravidez subseqüente estique novamente a pele e os músculos abdominais, desfazendo os resultados da cirurgia estética.

Algumas mulheres com crianças pequenas em casa escolhem esperar até que seus filhos estejam um pouco mais velhos para fazer uma abdominoplastia ou a mamoplastia. É importante lembrar que você não conseguirá levantar um bebê ou uma criança por pelo menos uma semana (ou até 1 mês, se for mamoplastia) após a cirurgia, e precisará de alguém para cuidar das crianças durante os estágios iniciais de sua recuperação.

Dra. Loriti Breuel – CRM 37.464

Instagram: @draloritibreuel

Site: www.loritibreuel.com.br

Especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP)

Converse com a gente!