Bebe

Teste Do Pezinho, Qual a importância?

Você sabia mamãe que esse é um dos principais exames que você tem que fazer no seu bebê?

Esse exame deverá ser feita após as 48hs até o quinto dia de vida do seu bebê,após o fazer a digestão do leite materno ou da fórmula infantil, onde detecta 6 doenças graves.
O procedimento é muito simples, uma pequena picadinha no calcanhar do bebê, recolhe-se uma amostra de sangue e pronto, o resultado fica pronto normalmente em 1 semana.

As doenças são:

Fenilcetonúria

Causada pela deficiência no metabolismo do aminoácido fenilalanina. O acúmulo no organismo pode causar deficiência mental.

Hipotireoidismo congênito

Pela insuficiência do hormônio da tireoide. A falta de tiroxina pode causar retardo mental e comprometimento do desenvolvimento físico

Fibrose cística

Ocorre aumento da viscosidades das secreções, ocorrendo  infecções respiratórias e gastrointestinais.  Ataca pulmões e pâncreas  É incurável.

Anemia falciforme e outras hemoglobinopatias

Alteração da hemoglobina que dificulta a circulação, podendo afetar quase todos os órgãos. Pode causar anemia, atraso no crescimento e dores e infecções generalizadas. É incurável.

Hiperplasia adrenal congênita (HAC)

É uma doença genética, em que as duas glândulas suprarrenais – localizadas em cima dos rins, não funcionam corretamente, prejudicando a produção de hormônios essenciais para o corpo, como o cortisol e a aldosterona.

Deficiência de biotinidase

É também uma doença genética, em que o organismo não é capaz de obter a enzima biotinidase, impedindo que os alimentos sejam processados ou metabolizados pelo organismo.

Um exame tão simples que pode salvar a vida do seu bebê, não deixe de fazer, pergunte ao seu obstetra e/ou pediatra sobre mais informações.

Tags:, , , ,

sem comentários Comente!

Governo muda as regras para as cesarianas

Governo muda as regras para as cesarianas. Resolução pretende aumentar o número de partos normais e o acesso das futuras mães a informações do médico e hospital.

cesarianas

Trazer um bebê ao mundo está diferente a partir de hoje. Pelo menos se a decisão da mãe for pela cesariana. Isso porque começam a valer nesta segunda-feira, 6 de julho, as novas regras do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para a realização de partos na rede particular de saúde.

 

Com o objetivo de impulsionar a fiscalização de médicos e hospitais pelas operadoras e reduzir a quantidade de cesarianas no país – hoje em torno de 55,6%, considerando a rede pública e a particular – a resolução determina que os planos de saúde entreguem à gestante um cartão com o registro de todo o pré-natal e liberem a quantidade de cesáreas realizadas por médico e hospital em até 15 dias, desde que solicitado pelas futuras mamães. A multa para quem não respeitar o prazo será de R$ 25 mil.

 

Além disso, os médicos terão de preencher um partograma, com a evolução do trabalho de parto, e a gestante que insistir na cesárea terá de preencher um termo de consentimento.

 

O ginecologista, obstetra e autor do livro “Gestação – Mitos e Verdades”, Domingos Mantelli, está disponível para entrevistas. Ele pode explicar a diferença dos tipos de parto e posições do bebê e comentar a necessidade da cesariana e se este tipo de parto pode ser humanizado, dentre outros assuntos.

 

Cesariana em números – Do total de partos realizados pelos planos de saúde, 84,6% são cesáreos. No Sistema Único de Saúde (SUS), a porcentagem é de 40%. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que o tipo de nascimento represente apenas 15% do total em todo o Brasil, considerando possíveis casos de risco à mãe ou ao bebê, para que sejam diminuídos casos de infecções e acidentes anestésicos, por exemplo.

 

 

Sobre Dr. Domingos Mantelli

Dr. Domingos Mantelli é ginecologista e obstetra formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro (UNISA) e Pós-Graduado Residência Médica na área de Ginecologia e Obstetrícia pela mesma instituição.

 

Tags:,

sem comentários Comente!

“Mães de corpo e alma” convoca grávidas um dia de emoção

Ainda na barriga, o bebê é capaz de desenvolver através da memória inconsciente e pelas sensações da vida intrauterina, sua inteligência emocional. Isso porque, a partir da 3º semana de gestação, o feto já possui coração e através da memória celular é capaz de armazenar as emoções vivenciadas pela mãe, boas ou ruins. Essas são capazes de influenciar diretamente na saúde emocional das crianças.

curso gestante

A preocupação com seu corpo, seu peso, sua alimentação, a importância dos cuidados do assoalho pélvico para a gestação e em estar bem para o parto também devem ser trabalhados na gestante, trazendo um equilíbrio emocional e para a saúde da mamãe e bebê.

 

Para explicar como criar essa interação positiva entre mãe e filhos e estimular um parto tranquilo, um quarteto de especialistas no assunto vão se unir dia 01 de novembro, no TRYP Berrini para o evento “Mães de corpo e alma”.

 

Dr. Domingos Mantelli e sua esposa Dra. Erica Mantelli – ginecologistas e obstetras, a fisioterapeuta obstetrícia Vanessa Marques e a personal gestante Gizele Monteiro apresentarão um roteiro dinâmico e cheio de emoção durante todo o sábado.

 

Você é nossa (o) convidada (o) especial.

 

Palestrantes e roteiro

10h – Gizele Monteiro – personal gestante

Tema: Atividade física – benefícios para a saúde e uma Gravidez e Pós-parto em Forma

Das 11h30 às 11h45 – Coffe I

11h45 – Vanessa Cardoso Marques Soares – fisioterapeuta

Tema: A preparação física do assoalho pélvico para o parto

Das 13h15 às 14h45 – Almoço

14h45 – Dra. Erica Mantelli – ginecologista e obstetra

Tema: A sexualidade e a beleza na gravidez

Das 16h15 às 16h30 – Coffe II

16h30 – Dr. Domingos Mantelli – ginecologista e obstetra

Tema: Como o emocional interfere na saúde física

 

DATA: Sábado, 01/11/2014

LOCAL: Hotel TRYP Berrini

ENDEREÇO: Rua Quintana, 934 – Brooklin Novo.

Horário: Das 10h às 18h

Investimento: R$250,00 com direito a 1 (um) acompanhante

 

Procedimentos para a inscrição e reserva de vaga:

Acesse o link para informações e inscrições – clique aqui!

 

1) Após efetuar o pagamento e obter a confirmação do Pag Seguro, enviar um e-mail para contato@gizelemonteiro.com.br com os seguintes dados: nome completo, e-mail, telefone e semana gestacional.

Informações pelo e-mail contato@gizelemonteiro.com.br e fone 11 9 9651.8909

Tags:, , ,

2 comentários Comente!