Políticas das companhias aéreas para os viajantes grávidas


Você pode voar em linhas aéreas comerciais sem restrições durante o seu primeiro e segundo trimestres da gravidez, mas durante o terceiro trimestre, você pode se deparar com algumas restrições.
Todas as companhias aéreas recomendam que você consulte seu médico antes de viajar, em qualquer momento da sua gravidez. O ideal é você sempre ter uma “permissão-a-viagem” feita pelo seu médico.

Você não poderá viajar em nenhum momento se a sua gravidez é considerada de alto risco.

Fiz uma pesquisa nas principais cias aéreas que voam aos Estados Unidos para ver a políticas delas com relação a viajar grávida.

viagem gravida

TAM

 

tam

A TAM exige uma série de documentos para assegurar uma viagem tranquila para as futuras mamães.

As gestantes acima de 28 semanas (ou 7 meses) devem apresentar um relatório médico do seu obstetra no momento do check-in, atestando que possui condições clínicas adequadas para viagens aéreas. O relatório também deve informar a origem, destino e datas de saída e chegada dos voos, além da estimativa de nascimento do bebê.

As gestantes que precisarem viajar no último mês de gravidez, com 36 semanas (ou 9 meses) ou com complicações (em qualquer idade gestacional), ou ainda caso esteja esperando gêmeos há mais de 32 semanas (8 meses), também devem apresentar relatório médico do obstetra no ato do check-in, informando que a passageira foi examinada e tem condições de viajar de avião.

É necessário, também, preencher um formulário eletrônico MEDIF em até 72 horas antes do voo pelo obstetra da gestante, que deverá ser enviado para o departamento de fila – SAORE, por e-mail tamfila@tam.com.br ou por fax 011 5212-8246, para que seja analisado e autorizado pelo departamento Médico da TAM. O formulário tem validade de 10 dias e você pode clicar aqui para fazer o download.

É bom lembrar que, após o nascimento, o embarque da mãe e do filho será permitido somente após o 8º dia, mediante apresentação de atestado médico.

Contato: www.tam.com.br

American Airlines

 

aa

Vôos domésticos: É exigido uma carta do médico quando a gravida precisar viajar com menos de 4  para a data provável do parto.

Viagem dentro de sete dias antes da data do parto ou após o parto requer uma carta feita por médico  AA (American Airlines) – e talvez seja necessário um acompanhamento de um coordenador de assistência especial.

Vôos internacionais: É exigido uma carta do médico quando a gravida precisar viajar dentro de 30 dias da data provavel do parto, assinado co no minimo 48 horas de viagem.
Viagem dentro de dez dias antes da data de vencimento ou após o parto requer carta mais folga do médico por AA-coordenador de assistência especial.

Contato: www.aa.com – telefone (800) 433-7300

 

GOL

 

gol

Se você estiver grávida ou for acompanhar uma gestante, vá ao balcão da GOL no aeroporto de origem e peça pelo atendimento preferencial. É importante lembrar que se a gravidez for de até 27 semanas ou 25 semanas (no caso de gêmeos), não é necessário apresentar nenhum atestado médico para viajar.

28 a 36 semanas

Neste caso, a gestante deverá preencher a Declaração de Responsabilidade, fornecida pela GOL, e apresentar um atestado médico que autorize a viagem aérea. Para adiantar a viagem, ela pode fazer o Check-in Inteligente pelo site ou nos totens de autoatendimento, desde que se identifique a um atendente GOL antes do embarque para o preenchimento da declaração.

Vôos internacionais: o atestado deve ter a via original no idioma do cliente e deve ser traduzido de forma juramentada para o idioma dos países de origem e destino. No codeshare, trecho do voo Delta, não é necessário apresentar atestado médico. Contudo, cliente procedente de voo Delta em conexão com voo GOL, deverá apresentar atestado no voo GOL.

Gestantes início da 37ª semana até o término da 39ª semana

Preencher a Declaração de Responsabilidade (entregue no momento do check-in). A gestante e o médico responsável devem assinar a Declaração de Responsabilidade. O médico responsável deve acompanhar a gestante durante o voo.

Acima de 40 semanas

Não é permitido o embarque da cliente gestante, a não ser em situação de extrema necessidade e acompanhada por um médico obstetra.

Contato: www.voegol.com.br

 

United Airlines

 

UnitedVôos domésticos: Passageiros aconselhados a consultar um médico, se viajar além do “sétimo mês”.
Carta do médico necessário se viajar dentro de sete dias da data do parto.
Viajar é proibido se existem sinais de trabalho de parto.

Vôos internacionais: Mesmas restrições se aplicam.

Contato: www.continental.com / telefones: (800) 523-3273 (doméstico) – (800) 231-0856 (internacional)

 

Delta Airlines

 

delta

Vôos domésticos: Sem restrições, mas os passageiros são aconselhados a consultar um médico.

Vôos internacionais: Mesmas restrições se aplicam.

Contato: www.delta.com / telefone: (800) 221-1212

sem comentários Comente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *